Portal do Município de União da Vitória – Paraná

Portal do Município de União da Vitória – Paraná

Desenvolvimento Econômico, Turismo e Urbanismo


Fone: 42 3521 – 6300

A Secretaria Desenvolvimento Econômico, Turismo e Urbanismo, constitui-se no planejamento e execução das políticas de desenvolvimento das atividades relacionadas com a indústria, o comércio e prestação de serviços. Está localizada na: rua Dom Pedro II, 303.
Sua principal política é a geração de empregos e rendas por meio de incentivos e apoio a instalação, ampliação e modernização da indústria, comércio e serviços no Município. Tem como objetivos estimular e apoiar a pequena e média empresa, as indústrias para que utilizem matérias-primas locais; apoiar e organizar feiras, exposições e outros eventos de interesse da indústria, do comércio e de prestação de serviços.

Secretaria em Ação

Indústria e Comércio

Nos últimos meses a Secretaria da Indústria, Comércio e Turismo está trabalhando com inúmeros projetos de implantação de novas empresas em União da Vitória, em busca de consolidar uma nova e moderna área industrial e atender de forma dinâmica os pedidos dos empresários locais e novos vindos de outros municípios da região e outros estados.

Na parte de turismo a Secretaria não tem medido esforços para a constante divulgação do município, através de feiras e eventos em todo o Brasil, dando um maior enfoque na rota sul das cachoeiras e na Festa Nacional da Costela.

A Secretaria oferece aos empresários de acordo com a Lei N.° 3022/2002 estímulos e benefícios que são estendidos aos projetos e empreendimentos que sejam de interesse do município.

Desta forma o empresário poderá ser beneficiado com os seguintes benefícios: Tributários; I – isenção da Taxa de Licença para execução da obra, II – isenção da Taxa de Licença para localização do Estabelecimento, bem como sua renovação anual. III – Isenção do Imposto sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana (IPTU). IV – Isenção do ITBI – Imposto sobre transmissão de bens imóveis incidentes sobre a compra do imóvel pela indústria e destinado a sua instalação, quando adquirido de terceiro.

Estes benefícios de isenção tem duração de 10 (Dez) anos após este tempo o empresário poderá requerer ao município, através de processo administrativo a escritura definitiva do terreno, desde que tenha atendido a todos os quesitos que são obrigatórios para o benefício.

Existem também outros serviços que a Secretaria oferece, sendo um centro de atendimento ao empresário e suas solicitações, encaminhando os pedidos as Secretarias competentes.

Na mesma Lei no art. 18° fica o município autorizado a adquirir terrenos para a implantação de indústrias dentro das Áreas Industriais de União da Vitória, por isso a implantação de uma nova área com aproximadamente 25.000 metros quadrados na localidade da Colônia Trabuco ao lado do Posto de Combustíveis Cacique, onde irá atender a demanda das novas empresas que desejam se instalar no município, uma área ampla de fácil acesso, via BR – 153 a aproximadamente 13 KM do centro da cidade.

Atualmente estão em processo de implantação 08 novas empresas em áreas definidas, sendo 05 delas em terreno que sofreu processo de reversão ao município, está localizado no bairro Ouro Verde com acesso pela BR – 476 e os 03 restantes na Área Industrial próxima a Empresa CEPEVIL com acesso pela mesma rodovia. Ao todo a estimativa de geração de empregos em 05 anos será de aproximadamente 360 novas vagas de acordo com os projetos apresentados pelos empresários.

Turismo

Realização de Projeto e implantação de Placas indicativas e interpretativas padrão ministério do turismo que irão atender de forma correta o turista, estas placas serão implantadas na Rota sul das Cachoeiras e nos principais pontos da cidade, nestas placas terão as informações dos atrativos e sua história. Além disso, este projeto contempla a instalação de infra-estrutura nas cachoeiras através de novos acessos, deques, trilhas suspensas e mirantes.

Em parceria com a CODETUR – Conselho Municipal de Turismo, a Secretaria tem efetuado a manutenção de cachoeiras e acessos e na área da cidade a manutenção e conservação do Parque Ambiental – Ari Queiroz.

A participação do município e o comprometimento através da Secretaria em diversas atividades relacionadas ao turismo trouxeram benefícios para o município, sendo União da Vitória atualmente uma cidade estruturada a receber do Governo Estadual benefícios e investimentos no turismo.

Uma desta participação que foi muito produtiva e mostrou o potencial do município foi na cidade de São Paulo, no Salão Brasileiro de Turismo.

A participação em rodadas de negócios tem mostrado também à capacidade de inovação e adequação as novas atividades relacionadas ao turismo nacional.

A consolidada Feira de Arte e Artesanato – UNIÃO DAS ARTES tem movimentado nos últimos 03 anos na estação ferroviária União, um grande número de pessoas que contribuem para a geração de renda dos artesões. A secretaria está constantemente dando suporte a estes, com cursos técnicos e visitas a outras feiras exemplo de visitas a Curitiba e São Paulo.

A constante atualização dos materiais de turismo local tem dado ao turista que está visitando a cidade, bem como ao que está apenas de passagem, uma visão organizada de nossos atrativos turísticos e históricos de uma forma clara com fotos e textos explicativos além é claro de que constantemente são efetuados atendimentos aos turistas na sede da Secretaria.

A Secretaria também oferece aos empresários uma parceria com o SEBRAE-PR, onde prioriza ações e treinamentos na área de turismo agregando as empresas conhecimentos e novas técnicas para atender melhor o turista que visita a nossa região.
Estas atividades de Turismo e Indústria ocorrem em perfeita sintonia com a administração do Município através de uma gestão que prioriza a necessidade de geração de empregos e renda no município e um comprometimento com a valorização e preservação do meio-ambiente uma forma de explorar sem agredir a natureza.

 

Turismo


Rota Sul das Cachoeiras
Um roteiro para quem quer passar o dia em contato com a natureza e conhecer parte da história do Paraná: belas cachoeiras (Campo Alto, 50m de altura; Cintura de Noiva, 40m de altura, Cachoeira da Gruta, Piscina), a Gruta da Nossa Senhora da Salette, uma histórica Igreja Ucraniana e o Parque Histórico Iguassú.

O Parque segue a característica de um Museu ao Ar Livre. Conta a história da ocupação ao longo do vale do rio Iguaçu, da região centro-sul do Estado do Paraná incluindo aspectos sócio econômicos da colonização, desenvolvimento da cultura, modos de vida, religiosidade e tradições.

Foram recriados ambientes que caracterizam os diversos períodos da colonização e restaurados equipamentos de transformação de produtos agrícolas reconstituindo os ciclos econômicos: moinho colonial, engenho de erva mate (barbaquá), moenda, monjolo, atafona (beneficiamento de farinha de mandioca).

Uma trilha denominada “Caminho Histórico do Paraná” está sendo criada para retratar o ciclo histórico desde os primeiros habitantes indígenas, as primeiras expedições militares, tropeiros e o Contestado e os ciclos econômicos da erva mate e da madeira.

Com agendamento, o Parque oferece almoço e passeios de barco na represa de Foz do Areia fazendo aproximação às cachoeiras do Rio Palmital e do Tigre. A capacidade máxima do barco C. Iguassu é de 15 pessoas

Os passeios da Rota Sul são comercializados pelas Agências Caminhos do Iguassú e a Centrus Idiomas e Viagens. Grupo mínimo: 08 pessoas.

City Tour
Conheça os principais atrativos de União da Vitória, a cidade que, junto com Porto União, se tornou o foco da Guerra do Contestado entre os anos de 1912 e 1916. Sede do Quartel General e campo de pouso das primeiras aeronaves em ações bélicas no país, o conflito reuniu as polícias estaduais, exército e milícias da Lumber Colonization para retirar – a força – sertanejos, índios, pequenos proprietários ou apenas posseiros das terras no trajeto da estrada de ferro.

Uma verdadeira guerra civil com duração de quatro anos desencadeada após a iniciativa do governo brasileiro de ceder em pagamento – pela construção da ferrovia São Paulo – Rio Grande, as terras marginais à estrada numa faixa de 15 quilômetros de largura, de cada lado.

A guerra termina com um Acordo de Limites assinado pelos Estados do Paraná e Santa Catarina em 1917 com milhares de sertanejos mortos, feridos, prisioneiros e miseráveis andarilhos trôpegos e famintos circulando pela região, chegando às cidades pela mesma ferrovia que lhes tirara as terras.

Diz-se que por comodismo, a divisão do território na área central das cidades acompanhou o trajeto da estrada de ferro o que traz, hoje, uma condição quase única de, estando com um pé de cada lado, vivenciar a sensação de alcançar – em um só momento – os dois Estados.

Na mesma área é possível conhecer a Estação Ferroviária União, uma das mais belas do interior do Brasil. Constituída de dois corpos iguais, um em cada Estado e, unidos por enorme arco, carrega parte da história e sugere o resgate da união – do povo e da terra – dividida ao final do conflito.

Conhecidas como “Gêmeas do Iguaçu” as duas cidades possuem ainda hoje atrativos que se alternam e se completam no território de cada município. Na Rota dos Tropeiros, caminho para alcançar o mercado de Viamão/SP, vale a pena conhecer o local de passagem do gado pelo Rio Iguaçu, chamado de Vau; o pequeno monumento que resgata a lembrança das grandes enchentes, o Marco da Divisa e a área onde aportavam os vapores que deram motivação ao nome da cidade: Porto da União.

As cercanias das praças Hercílio Luz e Coronel Amazonas e parte da Rua Carlos Cavalcanti trazem a paisagem comum das cidades com destaque a um bom número de construções da década de 30 de estilo “eclético” e “art-deco”.

Mas é o ambiente natural, a paisagem que se vislumbra a partir do Morro do Cristo onde está a imagem do Sagrado Coração de Jesus (2ª maior do Brasil) e do Morro da Cruz – com sua Gruta do Monge João Maria que reflete a beleza cênica das cidades: o Rio Iguaçu, as três pontes (não deixe de ver a Ponte do Arco), as principais igrejas e o próprio rio serpenteando ao redor de casas, prédios e do Parque Ambiental Ary de Queirós.

Este roteiro pode ser adaptado de acordo com o interesse e tempo disponível do grupo. Agências que comercializam: Agência Caminhos do Iguassú e Centrus Idiomas e Viagens.

Passeios de Barco Caminhos do Iguassu
União da Vitória é cercada pelo Rio Iguaçu em todo o seu entorno e é a porta de entrada de todo sistema de geração de energia do Estado do Paraná. As represas oferecem uma enorme variedade de atividades esportivas e de lazer, especialmente o turismo fluvial.

Há 30 km da cidade está localizado o Parque Histórico Iguassu local de partida do barco C.Iguassu I para passeios no Lago da Usina de Foz do Areia.

Os passeios complementam as atividades histórico culturais no Parque oferecendo uma rara oportunidade para apreciar a natureza em contato direto com a água. Com o barco são oferecidos passeios de aproximação às cachoeiras do Rio Palmital e do Tigre.

Dependendo da temperatura e dos níveis do lago esta aproximação inclui banho de cachoeira ou pequenas caminhadas entre as corredeiras.
Os passeios têm duração média de 1 hora podendo ser ampliado em função interesse ou necessidade do turista. O barco tem capacidade máxima para grupos de 15 pessoas podendo – porém – realizar passeios dentro das demandas do turista.

Os passeios são comercializados pelas Agências Caminhos do Iguassú, a Centrus Idiomas e Viagens e pelo Parque Histórico Iguassu.

Secretaria de Indústria, Comércio e Turismo
Rua Dom Pedro II, 303, centro
Fone/ Fax: (42) 3521–6300
84600-000 – União da Vitória – PR

SIT – Serviço de Informações Turísticas
Fone/ Fax: (42) 3523-1413

www.turismoportouniaodavitoria.com.br

Fonte: Assessoria de Imprensa

Indústria, Comércio e Turismo – Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização.

Topo