Arquivo da tag: Amadeu Bona

Foto: Comunicação Prefeitura de União da Vitória

A Prefeitura de União da Vitória, realizou na manhã desta segunda-feira, 21 de dezembro, a inauguração do Memorial Pintor Amadeu Bona, que está localizado na rua Dr Carlos Cavalcanti, próximo da Estação União. A ideia de fazer o Memorial foi apresentada a Secretaria Municipal de Cultura e tendo aprovação por parte de Câmara de Vereadores do município.

A solenidade ocorreu às 11h, com a presença do prefeito Santin Roveda, do ex-secretário de Cultura e vice-prefeito e prefeito eleito de União da Vitória, Bachir Abbas, do presidente da Câmara de Vereadores Ricardo Adriano Sass, além de artistas e da família do senhor Amadeu Bona.

A ideia de fazer a Paleta que é o instrumento utilizado pelo pintor para colocar a sua pinta ao fazer a obra partiu da Associação dos Artistas Plásticos Amadeu Bona, e a arte de fazer a Paleta foi do Mosaicista Luís Fernando Tracz (Zico). Em sua fala para a comunidade o filho do pintor Amadeu Bona, o empresário e pintor Beto Bona, só teve palavras para agradecer. “Só tenho palavras para agradecer a Prefeitura de União da Vitória a Câmara de Vereadores que aprovou o projeto de lei para a homenagear e quero destacar o trabalho incansável da professora Ivanira Olbertz que fez de tudo para este dia tão especial para mim e minha família que sabemos a importância que o meu pai fez em nossas cidades. Só temos palavras para agradecer”, disse Beto Bona muito emocionado.

A praça foi toda revitalizada, recebendo um novo calçamento de paver e seguindo as determinações das normas ABNT de acessibilidade, novos bancos, lixeira, iluminação. O prefeito Santin Roveda, afirmou que ele e o vice-prefeito e prefeito eleito Bachir Abbas, trabalharam muito nos quatro anos em prol de valorizar a cultura e o turismo de União da Vitória. “Sabemos que estamos vivenciando um ano atípico devido à pandemia do Coronavírus (Covid-19), mas não podemos deixar de cuidar e valorizar a nossa história na cultura e no turismo. Nestes quatro anos de trabalho eu e o Bachir Abbas, fizemos o que pudemos e para valorizar a história de União da Vitória, como a recuperação da Casa da Família Amazonas, os pontos turísticos, o Cine Teatro Luz e hoje a inauguração do Memorial Pintor Amadeu Bona, que foi um grande artista e que fez o nome de União da Vitória se destacar com o seu trabalho. Estamos jogando a nossa história para o alto e que seja conhecido por todos”, declarou Santin Roveda.

“Estamos felizes em estar entregando mais uma obra e um sonho que vira realidade em União da Vitória. Para mim é uma satisfação fazer está homenagem, pois minha família e eu pudemos diariamente ter contato com Amadeu Bona, que tinha a sua loja próxima da nossa. Estamos fazendo uma justa homenagem para uma pessoa que fez o melhor para o nosso município”, finalizou Bachir Abbas.

A praça já está aberta para a população ver a obra e com segurança pode fazer foto na Paleta.

Amadeu Bona:

Amadeu Bona nasceu em 13 de setembro de 1925, na localidade de Doutor Pedrinho, no Vale do Itajaí. Em 1934, passou a residir em Rio dos Cedros, onde recebeu os primeiros ensinamentos escolares. Estudou no Seminário São Paulo, em Ascurra e em 1942 passou a trabalhar como entalhador em uma indústria de artefatos de madeira, em São Bento. Dois anos depois, veio para Porto União, onde trabalhou como desenhista em uma indústria também de artefatos de madeira. Aqui, constituiu família e uma vasta obra que hoje é conhecida não só no Brasil, mas também no exterior. Artista incansável pintou milhares de quadros, tendo como tema principal a natureza dos campos gerais, elemento que fez dele o “pintor dos pinheirais”. Amante das artes em geral, com interesse especial pela música e pela pintura, Amadeu Bona foi reconhecido ainda em vida sendo homenageado pelos municípios de Porto União e União da Vitória, bem como por instituições locais. Com várias exposições na região do vale do Iguaçu e fora dela, Bona saiu do corpo físico em dezembro de 2000, mas continua vivo em cada obra que produziu.

Foto: Comunicação Prefeitura de União da Vitória

A Secretaria Municipal de Obras de União da Vitória, realizou no início do mês de dezembro, a colocação da Paleta, na praça que será feita a homenagem ao artista plástico da cidade de União da Vitória, Amadeu Bona.

A praça faz justa homenagem a uma das pessoas que levou o nome da cidade de União da Vitória para o mundo com as suas pinturas em tela e em cada arte feita o carinho pela cidade de União da Vitória como também de Porto União. A ideia de fazer um local em destaque para homenagear Amadeu Bona surgiu da equipe de artistas plásticos que leva o nome de Amadeu Bona (Associação do Artistas Plásticos Amadeu Bona) que fez a referida documentação e apresentou ao ex-secretário Municipal de Cultura e vice-prefeito Bachir Abbas, que trabalho junto ao prefeito Santin Roveda, para a reurbaniza&cced il;ão da praça que estava totalmente abandonada e hoje tem um espaço todo recuperado com calçamento de paver, bancos, lixeiras, iluminação e ao meio será colocado uma Paleta instrumento utilizado para colocar a tinta ao fazer o seu trabalho.

Segundo a professora Ivanira Olbertz, o monumento é algo diferente em União da Vitória, sendo possível o morador ou visitante ficar em um dos círculos que fica a tinta para fazer parte do quadro. Quando iniciou as obras a professora Ivanira, disse que a ideia era fazer uma justa homenagem para Amadeu Bona, mas saindo do tradicional que é o busto como temos em tantas praças.

 

Amadeu Bona:

Amadeu Bona nasceu em 13 de setembro de 1925, na localidade de Doutor Pedrinho, no Vale do Itajaí. Em 1934, passou a residir em Rio dos Cedros, onde recebeu os primeiros ensinamentos escolares. Estudou no Seminário São Paulo, em Ascurra e em 1942 passou a trabalhar como entalhador em uma indústria de artefatos de madeira, em São Bento. Dois anos depois, veio para Porto União, onde trabalhou como desenhista em uma indústria também de artefatos de madeira. Aqui, constituiu família e uma vasta obra que hoje é conhecida não só no Brasil, mas também no exterior. Artista incansável pintou milhares de quadros, tendo como tema principal a natureza dos campos gerais, elemento que fez dele o “pintor dos pinheirais”. Amante das artes em geral, com interesse especial pela música e pela pintura, Amadeu Bona foi reconhecido ainda em vida sendo homenageado pelos municípios de Porto União e União da Vitória, bem como por instituições locais. Com várias exposições na região do vale do Iguaçu e fora dela, Bona saiu do carpo físico em dezembro de 2000, mas continua vivo em cada obra que produziu.