turismo | Prefeitura União da Vitória

MULTAS

Notificação de Autuação

LICITAÇÃO

Confira as Disponíveis

ISS

Emita sua Guia

IPTU

Retire a sua 2° via

ATOS OFICIAIS

Legislação Municipal

NFE

Nota Fiscal Eletrônica

FERIADOS

Confira as Datas

Tag Archives: turismo

Foto: Divulgação

A Prefeitura de União da Vitória, através da Secretaria Municipal de Indústria Comércio e Turismo, convida os interessados em participar no dia 19 de agosto (quarta-feira), de uma importante reunião com o tema principal a Sensibilização e Mobilização para o Turismo Regional do Território Iguaçu.

A reunião tem como intuito mobilizar os participantes das Lideranças do turismo dos municípios integrantes da Associação dos Municípios do Sul do Paraná (Amsulpar), para a importância do processo de regionalização do turismo. Este trabalho será totalmente online e o moderador será Gabriel Pesce.

Os interessados em participar desta reunião para o futuro do Turismo Regional no Sul do Paraná, deve fazer a sua inscrição totalmente gratuita pelo site: https://docs.google.com/forms/d/1_bAJkR2KIGS3ZQtyjpsGmCa5eCJDNA6R0yDYNakKyM0/viewform?edit_requested=true e ao acessar o endereço eletrônico o interessado deve fazer o preenchimento corretamente dos campos indicados.

 

Agenda:

Evento: Reunião Sensibilização e Mobilização para o Turismo Regional do Território Iguaçu

Data: 19 de agosto de 2020

Horário: 14h às 16h

Local: a reunião será online

Inscrições para participar pelo link: https://docs.google.com/forms/d/1_bAJkR2KIGS3ZQtyjpsGmCa5eCJDNA6R0yDYNakKyM0/viewform?edit_requested=true

Para mais informações no telefone (42) 9 9122 98 78  ou pelo e-mail: sec.turismo@uniaodavitoria.pr.gov.br

Este evento tem o apoio da Associação de Turismo e Meio Ambiente (Atema) Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) Associação dos Municípios do Sul do Paraná (Amsulpar), Território Iguaçu, Paraná Turismo e Governo do Estado do Paraná.

Foto: Comunicação Prefeitura de União da Vitória

Teve início nesta terça-feira, 04 de agosto, a instalação das placas do projeto Cicloturismo da Prefeitura de União da Vitória, numa parceria com a Associação de Turismo e Meio Ambiente (Atema) que tem como objetivo fazer com que os ciclistas tenham um trajeto para ser percorrido e conhecer as belezas de União da Vitória.

A primeira placa a ser instalada ocorreu na frente da rodoviária da cidade na divisa com o município de Porto União (SC). Os ciclistas ao fazer o percurso poderão conhecer os pontos turísticos na área central e terminando o trajeto na região do Rio dos Banhados, onde ficam as cachoeiras. Vale destacar que na região do Rio dos Banhados a empresa que venceu o processo licitatório já está fazendo o portal turístico com as devidas sinalizações para o passeio na região das cachoeiras.

O vice-prefeito de União da Vitória Bachir Abbas, falou sobre a importância das placas e lembrou de uma pessoa que sempre foi um idealizador pelo Cicloturismo nas cidades irmãs. “Importante este projeto e da boa parceria que temos junto com a Atema, Território Iguaçu e Associação Comercial em prol do turismo de União da Vitória. Sabemos que depois da pandemia o turismo regional será o forte e nos estamos trabalhando para isso. Quero aqui destacar o serviço do Cicloturismo e tenho que lembrar de uma pessoa que sempre foi um batalhador nesta área que foi o Eliéser Lourenzzetti do Senac de Porto União, que infelizmente nos deixou fazendo o que mais gostava que era o ciclismo, mas o sonho dele está virando realidade com a instalação das placas que vai fomentar o nosso turismo”, destacou Bachir Abbas.

Quem for fazer o trajeto terá a sua disposição uma placa com todas as informações e indicando o local, que o ciclista está. O Circuito Interestadual de Cicloturismo do Vale do Iguaçu, tem aproximadamente 400 km de circuito, sendo a mais longa rota de cicloturismo e a única interestadual do sul do Brasil que passa por seis municípios: Porto Vitória, União da Vitória, Bituruna, General Carneiro cidades estra no Estado do Paraná e Porto União e Irineópolis que fica em Santa Catarina.

Para conhecer mais sobre o Cicloturismo acesse o site: https://www.cicloturismovaledoiguacu.com.br/

Imagem do projeto do Café Mirante do Morro do Cristo em União da Vitória

O município de União da Vitória, vem trabalhando com várias atividades pensando no pós-pandemia do novo Coronavírus (Covid-19), para que o turista tenha a sua disposição, vários locais, para visitar em União da Vitória como também na região Sul do Paraná e divisa com a cidade de Porto União (SC).

No mês de junho a empresa Construtora Alvir Lopes, que venceu o processo de licitação deu início a construção do painel de orientação na região do Rio dos Banhados, o valor orçado para este serviço é de R$ 95.299,99 numa parceria entre a Prefeitura de União da Vitória e a Caixa Econômica Federal (CEF). Outro importante obra que deve sair do papel é a construção no Café Mirante no Morro do Cristo, numa parceria entre a Prefeitura de União da Vitória e o Ministério do Turismo.

Segundo o Setor de Planejamento da Prefeitura de União da Vitória, o valor total da obra da construção do Café Mirante no Morro do Cristo, será de R$ 450.832,20 sendo que R$ 350.000,00 recurso decorrente do Ministério do Turismo, e uma contra partida da administração municipal no valor de R$ 100.832,20 recurso este dos pagamentos do Imposto sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana (IPTU). A documentação confirma que a abertura dos envelopes será no dia 12 de agosto às 14h, na sala de licitações da Prefeitura que fica no 4ª andar do prédio central da administração.

Para este projeto o valor do capital social mínimo é de R$ 45.000,00 e o preço máximo de R$ 450.832,20 já inclusos BDI, encargos sociais, taxas, impostos e emolumentos. A licitação para a construção do Café Mirante do Morro do Cristo será em regime de execução empreitada por preço global. A empresa vencedora terá um prazo de 210 dias para entregar a obra.

“Outra reivindicação e a importância de parcerias como da Atema, é a valorização dos pontos turísticos de União da Vitória e da região, em destaque o Cristo que em breve terá um local para as pessoas tomarem um café, ou água e ter um dia agradável. Está obra do Café do Morro do Cristo é um recurso do Ministério do Turismo com contra partida da Prefeitura de União da Vitória, pois nós já estamos trabalhando no pós-pandemia. Sabemos que em breve as pessoas vão voltar a fazer as visitas nos pontos turísticos, mas não vão querer ir tão longe e aqui em União da Vitória, estamos trabalhando para receber a todos”, enfatizou o vice-prefeito Bachir Abbas.

Foto: Comunicação Prefeitura de União da Vitória

A administração municipal de União da Vitória, não parou as obras e as devidas manutenções na área de turismo do município, devido à pandemia do novo Coronavírus (Covid-19), pois o objetivo do setor é manter tudo organizado para receber os visitantes pós-pandemia.

Uma das obras que teve início no dia 22 de junho, foi a construção da estrutura de sinalização para indicação dos pontos turísticos de União da Vitória, na região do Rio dos Banhados. A empresa que venceu o processo licitatório foi a Construtora Alvir Lopes, e o valor orçado para este serviço é de R$ 95.299,99 numa parceria entre a Prefeitura de União da Vitória e a Caixa Econômica Federal (CEF).

A empresa Alvir Lopes tem um prazo de três meses para fazer a entrega. O prazo teve início no dia 22 de junho e termino para o dia 19 de setembro de 2020.

Hoje quem passa pelo trecho de acesso ao Rio dos Banhados, já pode verificar a estrutura e material para se fazer a obra. O vice-prefeito de União da Vitória, Bachir Abbas, comenta sobre as obras no setor do Turismo. “Sem dúvida um dos setores que sofreu com à pandemia do Coronavírus, foi o turismo. O que vemos que pós-pandemia o investimento será no turismo local e a Atema junto a Prefeitura de União da Vitória, tem trabalhado neste sentido e o portal era uma reivindicação antiga de todas as pessoas que atuam com o turismo. Então União da Vitória, com a ajuda de todos da Atema, Associação Comercial, o serviço para o pós-pandemia está acontecendo para em breve receber os turistas para conhecer as belas da nossa região”, comentou Bachir Abbas.

Foto: Comunicação Prefeitura de União da Vitória

Imagine chegar a um ponto de informações turísticas e ter acesso a um sistema de autoatendimento onde será possível navegar por um mundo de informações em tela touch screen para saber de atrativos, histórias, eventos, restaurantes, hotéis e demais serviços do município que está visitando.
Em 2019, esta será a realidade do turista que visitar União da Vitória – e da própria população local, por que não? O benefício está em fase de planejamento, mas já é considerado pelo secretário de desenvolvimento econômico turismo e urbanismo, Valter Cano, uma realidade. “Estamos trabalhando para lançar esta ação em maio”, informou Valter. Ele esteve reunido na semana passada com representantes da Associação de Turismo e Meio Ambiente de União da Vitoria (ATEMA), Arcéli Fudal (presidente) e Daiane Scolaro (Vice), bem como com Eliane Rocha (Codetur) e Tadeu Naiser, da empresa local Infocenter MIdialeds que apresentou a tecnologia do sistema operacional do painel.
A ideia é transformar o quiosque que anteriormente era ocupado por um posto avançado da Caixa Econômica Federal, ao lado da Casa do Empreendedor, num posto de informações turísticas. Na sala, será instalado uma tela que exibirá pelo sistema touch screen os dados de União da Vitória e região do território Iguaçu que são considerados de interesse e fundamentais para um visitante.
“O turista poderá se servir das mais variadas informações. Além de conhecer os atrativos locais, poderá até definir rotas de seus passeios. O mapa, inclusive, poderá ser transmitido via QR COD para o celular do visitante, levando-o até o ponto turístico, hotel ou restaurante. Poderá até incluir seus dados e comentários num livro de visitas virtual”, exemplificou Valter.
Agora, a ATEMA, em parceria com a secretaria de desenvolvimento econômico turismo e urbanismo, vai definir qual o conteúdo que será mostrado ao visitante. Depois, o setor de comunicação da prefeitura produzirá a mídia que, por sua vez, será implantada no sistema.

A vocação turística de União da Vitória é algo que salta aos olhos, há tempos. Certa disso, a prefeitura tem realizado ações no setor com o objetivo de incrementar essa potencialidade natural.
Depois de ter arrumado algumas situações emergenciais em outros setores do município, algumas melhorias também foram realizadas na infraestrutura da Rota das Cachoeiras.  “Algo ainda tímido, de acordo com nossas pretensões, é verdade, mas estamos melhorando significativamente a condição de visitação, por exemplo, das quedas da Rota Sul das Cachoeiras”, disse o prefeito Santin Roveda.
Diversos eventos regionais, como o Festival de Verão (marcado este ano para os dias 16 e 17 de fevereiro) ajudam a atrair turistas. “Foi como ouvi dizerem: União da Vitória é a capital de diversas coisas. E isso é verdade”, marcou Santin.
Tamanha diversidade de atrações merece proporcional atenção. Bem por isso, a secretaria de Desenvolvimento Econômico, Turismo e Urbanismo mantém o olhar atento para esta realidade.
Tanto é que além da limpeza da imagem do Sagrado Coração de Jesus, em 2018, numa parceria com a empresa Wap, agora é a capela do monumento religioso que passa por revitalização.
Além disso, conforme destacou o secretário Valter Cano, a definição de um Ponto de Informações Turísticas está praticamente concretizada. “Vamos utilizar o espaço deixado por uma agência bancária, ao lado da Casa do Empreendedor, para ali instalar esse local de informações”, destacou Cano.
Por hora, a distribuição de folders e informações turísticas se dá em dois locais: no Portal de União da Vitória e na própria secretaria, no terceiro andar da prefeitura. E tem funcionado.
Prova foi a visita de Gabriela Ribas Bueno. Acompanhada da madrasta, Rubia Braz de Oliveira,  ela veio de Rondônia para passar alguns dias de férias na casa de seu pai. Gabriela disse ter ficado encantada com um atrativo especial, às vezes pouco valorizado: “a simpatia da população de União da Vitória”.
Com o folder que retirou na secretaria, pretendia definir um passeio pelas cachoeiras locais. “Lá [em Rondônia] tem cachoeiras sim, mas acredito que não são tão bonitas quanto essas que vou conhecer”, finalizou.