Arquivo da tag: sanepar

Foto: Comunicação Prefeitura de União da Vitória

O prefeito de União da Vitória, Santin Roveda, recebeu a confirmação por parte do diretor da Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar), de União da Vitória, Bolívar Luiz Menoncin Junior, que as obras da nova unidade de tratamento de saneamento que fica na avenida Bento Munhoz da Rocha Neto no bairro São Bernardo, já está 50% concluída.

A unidade de tratamento de saneamento que fica no bairro São Bernardo, também conhecido como ‘pinicão’, sempre foi um dos pontos de reclamação dos moradores do bairro, devido ao mau cheiro e também de populares que utilizam a avenida Bento Munhoz da Rocha Neto.

Santin Roveda, conversou com o diretor da Sanepar de União da Vitória, Bolívar Luiz Menoncin Junior, para saber como está obra que é de responsabilidade da Sanepar e do Governo do Paraná, pois a população sempre faz os questionamentos para a Prefeitura sobre a obra. Em resposta ao chefe do poder executivo de União da Vitória, Bolivar, respondeu que a obra está com 50% concluída e espera que antes da metade de 2021, a nova unidade já esteja em funcionamento. “A obra da nova unidade de tratamento, também conhecida como ‘pinicão’, já está mais da metade do serviço concluído. Esperamos estar com está obra finalizada até a metade de 2021, mas se tudo der certo devido ao tempo queremos dar início as atividades no espaço no mês de abril de 2021 e assim acabando com um problema antigo e que a população tem razão de reclamar”, afirmou Bolivar.

Foto: Comunicação Prefeitura de União da Vitória

Mesmo com a construção da nova unidade de tratamento de saneamento da Sanepar, a antiga estrutura está funcionando normalmente e assim que a nova unidade estiver concluída a antiga deve ser desativa. A Sanepar também está com várias frentes de serviço em União da Vitória, em destaque para o esgoto e a distribuição de água potável para todos os bairros. Muitas das obras ficaram paralisadas devido a um pedido do Tribunal de Contas do Estado do Paraná, que após ter todas as informações das obras e investimento deu o aval para a sua conclusão.

“A Sanepar vem trabalhando firme em toda a cidade. É o maior número de investimento em poder levar água de qualidade para toda a população e temos uma meta para os próximos anos em chegar a ter 90% de rede de esgoto. Quando eu assumi a administração, nós tínhamos um pouco mais de 25% e estamos entregando para a sociedade 33%, que para mim é muito pouco, pois tivemos um problema no Tribunal de Contas e a nossa meta para o fim de 2020, era ter mais de 60% de rede de esgoto. Outra obra em andamento e que já está com 50% pronta é a unidade de tratamento no bairro São Bernardo, que é uma reivindicação antiga da comunidade que em breve será finalizada e entregue para a população de União da Vitória e acabando com o mau cheiro no bairro“, destacou o prefeito de União da Vitória, Santin Roveda.

Caminhão hidrojato da Sanepar atua em União da Vitória

A tecnologia utilizada pela Sanepar para identificar ligações clandestinas, focos de gordura e outros problemas na rede coletora de esgoto chegou a União da Vitória nesta quinta-feira (20). Ela permite identificar de forma precisa os pontos da rede que necessitam de intervenção para limpeza ou conserto.
O caminhão de hidrojateamento, que usa água em alta pressão para limpar as redes, atua em alguns pontos críticos do município e desentope bocas de lobo e a própria tubulação.
Conforme explicou o prefeito Santin Roveda, trata-se de uma parceria com a prefeitura e que precisa contar com apoio da população.
“A empresa já nos informou que na maioria dos casos, o que impedia o melhor escoamento das águas pluviais, as águas da chuva, era lixo urbano. Por isso, estamos pedindo apoio para que a população nos ajude a combater esse costume de não dar destino correto ao lixo”, destacou o prefeito.
Desde uma ponta de cigarro, um papel de bala a sacos de lixo possuem locais corretos para destinação. Recentemente, apenas na avenida Manoel Ribas foram instaladas 70 lixeiras novas. Porém, o comportamento ainda não é 100% adequado. “Estamos evoluindo. Mas podemos melhorar ainda mais”, disse o prefeito.
Prova é que durante as enxurradas, típicas dessa época do ano, é comum percebermos alagamentos causados pelo acúmulo de lixo na rede coletora.
Porém, o caminhão também possui equipamento de telediagnóstico que é utilizado para detectar o estado em que se encontra a tubulação. Uma microcâmera de vídeo, operada por controle remoto, entra na rede e filma toda a tubulação, com uma abrangência de 360 graus. As imagens permitem reduzir de até dois dias para duas horas a maioria dos consertos na rede feitos pela equipe de manutenção da companhia, caso seja necessário.